Volte para si mesmo

O mundo fica mais rápido e mais louco a cada dia. Mais acontece mensalmente, semanalmente, diariamente, do que nunca. Eu sei que não sou o único que sente isso.

Há tanta coisa acontecendo. 

Você poderia passar todas as horas lendo artigos, notícias, livros, ver vídeos e terminar cada dia com uma quantidade infinita de informações para checar. Novas descobertas, novas tecnologias, novos fatos e opiniões sobres esses fatos, novos projetos, novos problemas, novas soluções para problemas antigos … isso nunca acaba.

O mundo está constantemente clamando pela sua atenção – tem um minuto extra? Olhe para seu smartphone. Viu o que o presidente acabou de dizer? A nova política? Você viu o novo anúncio da empresa X….?

Há muito tempo que é demais para uma pessoa acompanhar, quantidades esmagadoras de informações inúteis e úteis.

Mas à medida que a taxa de acesso a informação aumenta, também aumenta a carga cognitiva exigida de cada um de nós em nossas vidas diárias; A tecnologia avança e o acesso à informação é mais fácil do que nunca, mas a capacidade humana de captar e processar informações permanece a mesma.

É por isso que pode começar a parecer tudo muito louco. Se parece que você não consegue acompanhar, é porque não consegue acompanhar. Então qual a atitude a ser tomada?

Volte para si mesmo. Sua experiência direta, momento a momento: a única coisa que você realmente tem. E os elementos recorrentes dessa experiência a partir dos quais outras circunstâncias emergem.

Com informações infinitas disponíveis, o que determina a eficácia não é o quanto você pode acessar, mas o quanto você filtra. Durante e após a exposição ao conteúdo, observe como você se sente. Você precisa de mais ou menos disso em sua vida? A resposta está lá quando você procura por ela.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *