O sexo é a nossa humanidade

As pessoas afirmam que os seres humanos estão aqui na terra por várias razões. Existem todos os tipos de teorias sobre nossas origens – de Adão e Eva, a experimentos alienígenas de Anunnaki, de crianças extraterrestres, ao ciclo de morte e renascimento, à ideia que a verdadeira realidade é a unicidade.

Todas essas são ótimas histórias, e todas são verdadeiras nesse sentindo: elas são completamente inventadas e perdem completamente um ponto-chave. Sexo.

Na minha opinião, os seres humanos existem inquestionavelmente para um propósito; fazer sexo. O sexo nos fez que somos hoje. Sem sexo, não há humanidade, não há mitos, religião, histórias, nem nós.

Sexo é a chave da vida.

Nossa sexualidade é simbólica. O sexo é simbólico e possui um corpo simbólico – destinado a liberar energia sexual. Somos feitos para o sexo, e em algum momento de nossas vidas teremos sexo – conosco mesmos – ou com outra pessoa.

Estou sugerindo que talvez o principal objetivo do ser humano seja fazer sexo. Todas as nossas histórias, nossos mitos, nossas religiões, nossos medos, todas as nossas tensões e preocupações e nossos intermináveis dramas de relações, nossos céus e nossos infernos, nossa tentativa implacável de controlar nossos impulsos, nada mais são do que uma distração, maneiras de impedir que nossa mente consciente se concentre no objeto simples – fazer sexo delicioso, íntimo, maravilhoso e vulnerável, em forma totalmente animalesca e em toda sua sacralidade e ritualística e mesmo profanação. Olhar a vida dessa maneira, é realmente um modo belo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *