Nosso caso ilícito

Eu me lembro dos primeiros olhares

e corações batendo rápido.

Eu me lembro das palavras,

e as piadas e as risadas.

Lembro-me de dedos entrelaçados no cabelo,

corpos emaranhados em lençóis.

Lembro-me de dias curtos e noites longas,

passeios cansados ​​por ruas tranquilas.

Eu me lembro da musica,

as guitarras uivantes.

Eu me lembro dos sussurros

e os suspiros mais silenciosos.

e eu me lembro do ‘adeus’.

Eu me lembro do desgosto,

a perda de esmagamento da alma.

Eu lembro do amor

que carreguei como uma cruz.

Eu lembro de você, e de nós,

e eu me sinto quebrando.

Então, eu só vou me lembrar da beleza

de nosso caso ilícito.