A alma sempre sabe o que fazer para se curar. O desafio é silenciar a mente

Lidei com a ansiedade por um longo tempo e ainda tenho episódios ocasionais, embora não estejam nem perto do que eu costumava experimentar. E isso é porque eu aprendi a gerenciar e controlar muito melhor. Eu aprendi a acalmar minha mente.

Nos últimos dois anos, eu descobri muito sobre mim. Não estou nem perto do fim, pois estou continuamente crescendo e aprendendo. Mas parte desse processo de descoberta inclui encontrar o que eu gosto. Atividades como malhar, ler, pilotar uma moto noite adentro e fazer caminhadas. E eu uso essas atividades para ajudar a acalmar minha mente.

O que acontece quando estou executando uma das atividades acima é que reflito sobre o que estou pensando. Eu reflito sobre o que está em minha mente. Estou contemplando a vida, meus pensamentos e o que mais está acontecendo no meu mundo.

Enquanto caminho e reflito, estou tirando pressão da cabeça e do corpo durante o exercício, é um sistema de duplo benefício, para meu corpo e minha mente, e está funcionando.

Eu reflito, liberto e sigo em frente.

Eu descobri o que me ajuda a acalmar minha mente. Não é uma cura, mas me ajuda a gerenciar os episódios em que meus pensamentos estão tentando me derrubar.

Porque às vezes tudo o que precisamos é fugir e encontrar um pouco de paz. Então, se perca em algo ocasionalmente. Encontre aquilo que permite refletir, liberar e seguir em frente. Esvazie sua mente do que está lhe afligindo e encha-a novamente com coisas que o excitam. Atividades que o trazem à vida e o enchem de alegria. Encontre o caminho para acalmar sua mente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *