O segredo para se conectar com as pessoas

Eu vejo o potencial de conexão em quase todos agora; Eu não me sinto mais limitado por diferenças de idade, interesses, culturas ou opiniões.

O segredo para se conectar com as pessoas é este:

Sempre tente entender o que as pessoas realmente querem dizer quando falam.

Não parece uma grande revelação. Muitos de vocês provavelmente estão pensando, ok eu já faço isso de alguma maneira. Mas as chances são de que você, não esteja fazendo muito bem.

Certamente sabemos o que a outra pessoa está dizendo, mas na maioria das vezes, não nos importamos particularmente com o assunto, ou, se o fizermos, nossa mente já está ocupada formando uma resposta. Às vezes tomamos a liberdade de terminar a sentença da pessoa, ou até mesmo começar uma antes que ela termine.

Tente assistir uma conversa entre duas pessoas. Na maior parte das conversas eu testemunho algo assombroso, cada pessoa parece claramente ter suas próprias opiniões como sendo de importância primordial, e as outras valem consideravelmente menos, embora cada uma posso fingir o contrário.

Não é que somos arrogantes, é apenas a natureza humana. Cada pessoa geralmente está esperando ansiosamente sua vez de falar, talvez lançando algumas observações educadas e acenos para não parecer rude.

No entanto, as coisas fluem mais suavemente quando a opinião de uma pessoa corresponde à do outro. É quando a audição real acontece sem esforço, e a conversa é desimpedida.

Mas por causa dessa tendência humana de reverenciar nossas próprias opiniões, muitas pessoas acham que só podem realmente se conectar com pessoas que têm opiniões semelhantes.

Mas isso deixa apenas um pequeno segmento com o qual temos o potencial de conexão. Acho que parte do problema é que pensamos que a mensagem da outra pessoa é o ela diz.

O que dizem. em termos das palavras que saem da sua boca, é apenas uma pequena fração do elas estão realmente dizendo. A mensagem real não é o que elas dizem. A verdadeira mensagem é porque. De onde vêm essas palavras?

O orador raramente está apenas tentando transmitir informações básicas para você. Quase sempre, estão falando porque há algum desejo visceral de expressar o que estão sentindo. A fala normalmente é desencadeada por uma paixão, uma preocupação, um julgamento, uma realização ou algum outro encontro interno com uma emoção de algum tipo. Respeite essa necessidade!

Se você quiser se conectar com as pessoas, faça disso seu mantra social:

Sempre deixe a pessoa que está falando sentir-se uma estrela.

Seja o público mais respeito que alguém poderia ter. Deixe-os falar, não importa o que você pensa da história, realmente ouça o que dizem, e reconheça que o que estão falando, só estão dizendo porque para elas é importante.

Em cada coisa que cada pessoa diz, elas revelam o que elas valorizam.

Nossa falha é que geralmente estamos muito mais preocupados em ser compreendidos do que com compreensão. Aqueles que invertem essas duas prioridades são comunicadores muito mais eficazes!

Distração, de alguma forma, é o que normalmente impede a compreensão. A maioria das pessoas se distrai com o elas próprias gostariam de dizer. Às vezes querem responder antes que a outra pessoa termine, outra vezes simplesmente têm sua própria opinião como uma arma carregada e pronta para ser disparada assim que houver uma pausa no diálogo.

Esqueça o que você quer dizer, e deixe que elas falem o que pensam. Faça disso todo o seu propósito na terra – pelos trinta segundos que elas levam para contar sua pequena história – para entender quais sentimentos estão por trás do elas dizem.

Se, quando elas pararem de falar, você ainda não entender, faça uma pergunta. Tudo o que você precisa é colocar os seus interesse em espera até que elas consigam transmitir a mensagem para você.

O hábito de realmente ouvir o que alguém está dizendo é raro. E as pessoas que fazem isso podem se conectar com praticamente qualquer pessoa. Ser um bom ouvinte significa valorizar o desejo de outras pessoas se expressarem mais do que seu próprio desejo de se expressar. Realmente, apenas adie completamente seus interesses pelo tempo que for necessário para você entendê-los

O hábito de realmente ouvir o que alguém está dizendo é raro. E as pessoas que fazem isso podem se conectar com qualquer pessoa. Eu entendi o valor de ser um bom ouvinte por um longo tempo, mas eu realmente não sabia o que significava ser um. Eu sei agora: significa valorizar o desejo de outras pessoas de se expressarem mais do que seu próprio desejo de se expressar . Realmente, apenas adie completamente seus interesses pelo tempo que for necessário para você entendê-los.

Deixe a outra pessoa ter o privilégio de ser a primeira a ser entendida. Dê isso à elas, todas as vezes que tiver a oportunidade. A menos que o prédio esteja em chamas, permita-se deixar que a outra pessoa seja o centro de seu universo, só por um minuto.

Não vai doer, eu prometo. Esqueça o que você ia dizer. Esqueça como você pode querer responder. Você pode fazer tudo mais tarde. Abandone todo o resto do mundo pelos poucos segundos necessários para que a outra pessoa termine o pensamento.

E não se preocupe, os pensamentos verdadeiramente importantes serão persistentes o suficiente para voltar a você quando ninguém mais estiver falando. Você terá sua chance de se fazer entender, apenas não tente ser o primeiro da fila.

Eu serei o primeiro a dizer que ainda não sou tão bom nisso como gostaria. Eu tenho me tornado cada vez melhor em relacionar-me com as pessoas, mas velhos hábitos são extremamente persistentes. Mas agora eu entendo claramente onde eu errei tantas vezes, e sei o que fazer em vez disso, e estou impressionado com os resultados até agora.

Quando as pessoas falam, ouça completamente. A maioria das pessoas nunca escuta .

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up