Crenças não são nada para se orgulhar

Eu cresci pensando que as crenças são algo para se orgulhar, mas elas não são nada além de opiniões que alguém se recusa a reconsiderar.

Quanto mais fortes são suas crenças, menos aberto você está, porque a força de uma crença é apenas a intensidade com a qual você resiste a se questionar.

Onde quer que haja uma crença, há uma porta fechada. Retenha com você as crenças que resistem ao seu escrutínio humilde e honesto e nunca tenha medo de perdê-las ou trocá-las por um conjunto melhor, mais adequado e eficiente.


Gostou da leitura? Receba novos posts por e-mail:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *